2009-04-07

Carta de Pristina – 7

Curiosidades

Se o Kosovo fosse uma província portuguesa, chamar-se-ia provavelmente “Melraria”.
De facto o seu nome deriva de Kos, que significa melro em varias línguas eslavas como, por exemplo, no polaco, seguido do sufixo (ovo, owo, owa, owe) também muito eslavo que transmite uma noção de conjunto ou de atributo dominante.
Todavia o que eu vejo aqui como fortemente dominante não são os melros mas sim esse tipo mais pequeno de corvo que são as gralhas. Estão por todo o lado, parecem uma praga.
Para um leigo, todavia, uma gralha e um melro, sendo de géneros completamente diferentes, tem alguma semelhança fenologica, sao ambos negros e de estatura semelhante, seja como for, o nome da terra é “terra dos melros”.
Por outro lado, aqui, em albanes, amarelo diz-se “verdhe” (com um tremazinho no e) e o que se ouve é: verde.
Imaginem o meu espanto quando comecei a ver num jogo de futebol uma intensa distribuição de “carte verdhe”, cartões verdes, par os meus ouvidos mas que afinal eram amarelos.

1 comentário:

Rui disse...

Bom dia Eng.º

Apreciei muito a sua descrição das suas cartas de Pristina.
Dá para ficar com uma ideia de como deve ser a vida numa terra que ainda não sabe bem que o é.

Espero que esteja tudo a correr como esperava, e que a sua estadia aí seja mais um sucesso dos "tugas".

Um abraço,
Rui Rafael