2008-07-07

O Conselho de Justiça da FPF

Ou, "a brincadeira de crianças"

7 meninos vão jogar à bola mas, por uma questão de amizades, 5 jogam de um lado contra os outros 2 da outra equipa.
Só que um desses 2 é o dono da bola.
Começa o jogo e os 5 dominam de forma avassaladora.
Que fazer ? pensa o dono da bola, “pelo menos um dos cinco não pode jogar” e assim determina que saia um, os outros opõem-se e gera-se a confusão.
Não vendo saída o dono da bola decide, “a bola é minha e não há jogo para ninguém” e sai com o seu colega de equipe levando a bola.
Os que ficam , raivosos, fazem uma bola de trapos, jogam e ganham sem qualquer oposição..
“Assim não vale” diz o dono da bola, “Vale sim senhor” respondem os outros.
E nós vamos pensando de que meninos gostamos mais e, assim opinamos se valeu ou não.
Para mim valeu.

1 comentário:

fernando Monteiro disse...

Ao ler este pequeno texto sobre a polémica reunião do Conselho de Justiça , fiquei deliciado com esta pequena sátira que resume bem toda a novela que se passou, os meus parabéns pela forma como conseguiu plasmar toda a novela que se passou.

Fernando Monteiro