2005-04-30

O referendo é urgente

Começaram com as amêijoas em saquinhos de rede, depois veio o ataque aos galheteiros, aparentemente com pouco sucesso, agora chega mais uma estocada mortífera no âmago mesmo do nosso dia a dia: querem meter o bacalhau em saquinhos.
Não se deixem enganar, não é para resolver nenhum problema de saúde pública, nem sequer se deram ainda ao trabalho de nos demonstrar que o bacalhau ao ar livre e cortado na altura já matou mais portugueses do que os acidentes de viação, nada disso, é apenas mais um passo num processo de alienação social, afastar mais e mais as pessoas da forma, do cheiro e da textura real. O bacalhau que já não tinha cabeça, passa agora a não ter corpo nenhum, nasceu já sobe a forma de postas.
Mas para isto não fazem referendo, somos impotentes, temos que engolir passivamente todas as arbitrariedades de Bruxelas que entretanto, como os Senhores Deputados Europeus bem sabem, continua a servir leite para os cafés e chás em leiteirinhas abertas que servem um colectivo anónimo e onde se pode cuspir impunemente, mas é claro que aí não se colocam questões de higiene, só nós mediterrâneos é que somos porcos.

1 comentário:

frutavida disse...

www.fruitavida.biz the one true health drink from the Amazon that is full of nature's natural benefits.